Colares de Miçanga

Bijuterias surgiram com os Homens das cavernas que há mais de 6 mil anos atrás usavam objetos da natureza para enfeitar o corpo em festividades, rituais e celebrações. Em urnas funerárias indígenas do século XVII, desenterradas no norte do Pará, foram encontradas miçangas de vidro produzidas na Tchecoslováquia. Um caso curioso se deu entre os índios Wai Wai: quando os primeiros homens brancos alcançaram no fim da década de 40 as aldeias deste povo, na fronteira entre Brasil e Guiana, as mulheres já usavam saias e colares de miçangas industrializadas, que os índios trocavam com quilombolas do Suriname.

Como podemos ver  os colares de miçangas são muito antigos, mas voltaram com toda a força na década de 60 com o movimento hippie. A partir daí os colares de miçangas não saíram mais da moda e do pescoço das mulheres brasileiras, tornou-se um acessório bem aceito por todas. As miçangas são pequenas contas de feitas a partir de tubos de vidros, e se encontram de todas as cores, formatos e tamanhos, possibilitando que a criatividade dos artesãos de bijuterias, que criam colares de miçangas lindíssimos, que as vezes superam em beleza jóias verdadeiras.

Os colares de miçangas podem ser de vários estilos, clássicos, esportivos, discretos ou estilosos, tudo é possível uma vez que o material para a criação de bijuterias é incrivelmente diversificado, e os colares de miçanga são adornados com pingentes e pedras diferentes valorizando sobremaneira essas peças de bijuterias.

Leia também sobre bolsas grandes e bolsas masculinas.

Gostou do artigo sobre Colares de Miçanga? Veja mais sobre Dicas de Moda aqui!

Dicas de Moda - Artigos mais visitados